miércoles, 6 de febrero de 2008

as pedras.....................

os pensamentos podem ser como essas pedras, quiçá um dia tiveram arestas, e se as tivéssemos pisado teriam nos ferido, mas graças ao tempo, a água, a nossa transformação pessoal, fez que suas bordas sejam suaves, que quase possam acariciar a infinita ternura do ser, assim, aceitar-nos e observar nossos pensamentos com a mesma curiosidade e carinho que umas pedras debaixo de um rio, ajuda a torná-los inofensivos, até bonitos diria eu...... Assim, ao aceitar nossos contrastes podemos aceitar os diferentes, os que expressam seu prazer de outra forma a tolerada pelo consenso social, os que disfrutam de outras linguagens, ou nos são extranhos........... as pedras, são umas amadíssimss mestras, não deixemos de reverenciá-las......... lucidor